Páginas

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Levantamento de local de crime.


E a semana já se inicia pequena.
Semana passada foram apenas dois dias trabalhados.

Essa, da mesma forma, já que sexta-feira é ponto facultativo.
Ponto facultativo, leia-se: feriadão!

Esqueci de mencionar semana passada que o trabalho investigativo realizado no interior, e contado em outra postagem, rendeu um grande reconhecimento.
Recebemos um elogio, por escrito, que foi despachado para se tornar uma portaria de louvor.

Além da felicidade ante ao reconhecimento, e o estímulo, essas portarias contam um ponto na hora das promoções.
Apenas a título de conhecimento, cursos realizados via internet, geralmente pelo SENASP, rendem mais três. E pode-se realizar até cinco por ano.

Doação de sangue também rende um ponto.
Tudo isso vai acumulando e ajuda na hora de sair promovido.

Mas voltando ao trabalho, a noite foi agitada.
Mas descobri isso hoje.

Não fui acionado durante a noite.
Um homicídio na cidade e um duplo homicídio tentado no interior.

Durante a tarde fomos realizar o levantamento do local do duplo homicídio tentado.
Um lugar bem retirado, longe.

Fotografamos, medimos a distância entre pontos, coletamos alguns achados e retornamos.
Contando assim, parece tudo fácil, rápido e simples.

Porém, perdemos a tarde realizando isso.
Além da distância, o trabalho minucioso toma tempo.

Nem tudo se apresenta diante dos nossos olhos, como nos filmes.
Nem sempre estamos caminhando e “oh, um vestígio!”.

A montagem de cenas requer imaginação.
Alguns acontecimentos encontrados exigem muita imaginação.

As vezes não entendemos o motivos de algumas coisas estarem do jeito como estão, mas devemos trabalhar com elas daquela forma e buscar os possíveis motivos.
A conduta humana é muito diversificada.

Há uma infinidade de possibilidades e serem sopesadas.
E então acaba vindo a famosa linha de pensamento: “o que eu teria feito nessa situação?”

Algumas perguntas acabam sendo respondidas.
Algumas não.

Ao não serem respondidas, o verdadeiro trabalho inicia.

4 comentários:

  1. Boas Luiz,
    no teu caso como trabalha por expediente, havendo feriados e pontos facultativos você tem todos esses dias de folga, salvo se for escalado para um plantão correto?

    Você chegou a levantar com algum colega seu aquela questão dos caras casados e com filhos andarem armados a paisana?

    Domingo foi o dia do Psicotécnico aqui no RJ, mais uma etapa cumprida e estamos todos mais próximos do sonho.

    Abraço
    Fábio D.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenas Fábio!
      Exatamente!
      Quanto aos casados, tenho tentado com vários colegas, mas por enquanto não recebi nada.
      Boa sorte e sucesso!
      Abraço!

      Excluir
  2. Maneiro essa parada de pontos para promoção.

    Incentiva o policial a estar sempre se aperfeiçoando.

    Abraços parceiro.

    Fiz meu psico no domingo dia 11. Fui bem, agora só aguardar a convocação do exame medico.

    ResponderExcluir