Páginas

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Primeira Operação Policial... e o gato preto!


Não contei ontem, nem poderia, mas sabia que hoje pela manhã participaria da minha primeira operação.
Fui avisado no início da tarde de ontem.

Passaram apenas o horário e a cidade, nada mais.
Ao chegar em casa, separei minha roupa preta, passei e deixei pronta para o outro dia.

Acabei indo dormir tarde, já passava de meia noite, mesmo sabendo que acordaria muito cedo.
Levantei as 04h20min.

Antes das 05h os colegas já me esperavam na frente do lugar onde estou.
Encontramos outros colegas no trevo e saímos em direção a Itaqui.

No caminho, passamos por várias viaturas da Polícia Civil, todas rumando para o mesmo lugar.
Nos reunimos em uma propriedade no interior, mas próxima a cidade.

Lá, fomos divididos em grupos e cada grupo recebeu um envelope.
No envelope, a missão, contendo a foto do indivíduo que deveríamos cumprir mandado de prisão, foto da casa, e, em anexo, os mandados de prisão e de busca e apreensão, documentos em branco para preencher com a comunicação de prisão a alguém da família e bens apreendidos.

De início fiquei meio inseguro em ficar em um grupo em que não conhecia ninguém.
O mais velho do grupo me perguntou se era a minha primeira operação e eu disse que sim. Ele apenas ficou em silêncio.

Nos deslocamos em comboio.
Até a ordem de cada viatura fora planejada, de modo que o carro que ia na frente apenas indicava onde os de trás deveriam parar.

Como eram duas casas no pátio, uma colega e eu entraríamos na da frente e os outros dois colegas na casa dos fundos.
Ao localizar a casa, descemos rápido, arma em punho, sangue nos olhos.

Batemos na porta da casa informando que era a Polícia, mas não houve resposta.
Forçamos a porta, que estava enroscada apenas com um arame e calçada por uma pedra, e ela abriu.

Logo apareceram os moradores da casa e mandamos que ficassem todos na mesma peça.
Como da outra vez, eu fiquei de olho neles enquanto os colegas faziam as buscas pela casa.

Eram oito pessoas, metade crianças.
A mais velha deveria ter não mais que 6 anos.

Nesse momento, enquanto eu empunhava a arma em posição sul (apontando para baixo), com a expressão mais fria que pude, fiquei pensando na vida daquelas crianças.
Ficou claro que nossa entrada ali não era um fato novo.

Eles já conheciam os procedimentos e estavam, até certo ponto, calmos.
Elas vivem o ambiente criminoso, acostumam-se com nossas entradas enquanto dormem e talvez apenas lhe desagrade o fato de as acordarmos mais cedo do que estão acostumadas.

Imagino que, ao viverem o crime e se acostumarem com isso, inevitavelmente nos vêem como pessoas más, que entram sem pedir e tiram as pessoas que elas amam, independente de quem são.
Sinceramente, sou do tipo que me importo e até sofro um pouco com esse tipo de situação.

Claro que isso não me impede de realizar um bom trabalho, mas faz com que trate aquelas pessoas com, pelo menos, dignidade e educação.
Em meio a esse monte de pensamentos, um gato preto cruzou o ambiente, enquanto o indivíduo preso pedia para ir ao banheiro.

Não sou do tipo que tem muitas superstições, mas um gato preto é sempre um gato preto.
Fui autorizado a desalgemar o indivíduo e conduzi-lo ao banheiro.

Porta entreaberta e atenção total!
Mas ele não tentou nada.

Troquei com o colega mais velho e fui ajudar nas buscas, enquanto ele cuidava do pessoal.
Olhei minuciosamente cada parte que me cabia.

Os potes que tinham conteúdo foram mexidos com uma colher, afinal, não se sabe o que se pode encontrar.
Cada buraco na parede, cada bolso de calça pra lavar foi verificado.

Aqui, apenas omito a informação quanto às apreensões. Não há necessidade.
Terminada a busca, fui incumbido de preencher os papéis necessários.

Feito isso, conduzimos o preso até a viatura e fomos ao encontro dos outros colegas.
Seguimos para a Delegacia em comboio, sirene ligada, missão cumprida.

Até aqui é tudo “romântico” para quem gosta de histórias policiais.
O trabalho de verdade começa ao chegar na Delegacia e dar início aos registros de ocorrência informando as pessoas presas, objetos apreendidos, confeccionar os flagrantes, enfim, a parte chata da história.

Depois disso, um café bem montado nos esperava.
Terminamos tudo pela manhã e já retornamos para São Borja para continuar o expediente.

O resto do dia não é digno de nota, a ponto de concorrer com o que descrevi acima.
O gato preto?

Bom, o gato preto mostrou que era um dia de azar... para o dono!
(Link da notícia: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2012/10/policia-prende-12-pessoas-em-acao-contra-o-trafico-em-itaqui-rs.html)

24 comentários:

  1. Parabéns cara, que seja a primeira operação bem sucedida de muitas. E dale Inter =)

    ResponderExcluir
  2. Parabéns caraaa! Muito show o post!
    Abraço.. Bruno

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo sucesso na operação e obrigado pelo post! Muito bom!!!

    O frio na barriga e as inúmeras sensações da "primeirona" em breve deverão acontecer comigo também!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo!
      Boa sorte em tuas futuras operações!
      Abraço!

      Excluir
  4. Muito bom Dudu! Li até o fim esperando o que ia acontecer com o gato..kkk
    Te cuida aí guri.

    ResponderExcluir
  5. Parabens bixo... curti essa tua ideia de postar tua rotina de trabalho! Abração bruxo!

    ResponderExcluir
  6. Acompanhando, Al Sd Bombeiro, Sto ângelo. BM

    ResponderExcluir
  7. Ratifico o que o colega desejou acima, que seja a primeira operação bem sucedida de muitas que virão.

    ResponderExcluir
  8. Muito massa a idéia e o texto Dudu!

    Uma realidade cruel é verdade, mas espero que tu jamais perca
    essa capacidade de olhar as coisas dentro de seu contexto como um todo...

    Certamente isso já te faz um grande profissional, mesmo começando agora!

    Torço muito por ti!! Sucesso meu galo!!

    ResponderExcluir
  9. Aline Knapp Cavalini27 de outubro de 2012 02:23

    Muito show o teu blog Luiz Eduardo.
    Ganhou uma fã.. vou acompanhar diariamente, agora fiquei curiosa para saber como são os dias de um policial hehehe..
    Parabéns.. sucesso para você.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Aline.
      Siga acompanhando o Blog.
      Abraço!

      Excluir
  10. Pode parecer uma perguna idiota, mas eu tenho curiosidade, depois dessa missão voce disse que cumpriu o resto do expediente. Teria então o expediente iniciado as 5h da manhã e terminado no meio da tarde?? Como funciona nesses casos, banco de hora, escala, entrou mais cedo sai mais cedo, etc...?

    Valeu!

    Obs: Muito bom o blog, curti bastante!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso depende do lugar e da chefia.
      Eu trabalhei normalmente o turno todo, em outras Delegacias, o pessoal saiu mais cedo.
      Pode ser convertido em folga ou em horas-extras.
      O problema é que, parece, não ter verba pra pagar todo mundo pelas horas-extras.
      Resumindo: tudo vai de conversar com o Delegado.
      Obrigado amigo, siga acompanhando o Blog.
      Abraço!

      Excluir
  11. Olá Eduardo, parabéns pelo blog. Eram 17 horas, de hoje, quando conheci o seu blog e agora, 19:30, praticamente li todos posts. Pode ter certeza que você tem motivado muitas pessoas. A mim, com certeza.
    Só não gostei de uma coisa: O gato "preto". Gato é gato, e a minha - que chamo de filha, cujo nome é Pretinha - é negra e linda. Não trouxe azar, trouxe muita felicidade.
    Agora, se tivesse cruzado a sua frente um curupira, a mula sem cabeça, o Sací Pererê, aí meu caro - com certeza o azar seria indescritível.
    Mas tá tranquilo - eu e a pretinha te perdoamos.

    Parabéns pelo blog e parabéns por estar realizando o seu sonho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Alex.
      A tirada com o gato preto foi mais pela superstição geral criada em cima dele mesmo e, também, pra chamar a atenção pro título do post.
      Também tenho gatos e um, inclusive, é preto... eheheh
      Siga acompanhando o Blog.
      Abraço amigo!

      Excluir
  12. duduuuuuuuuuuuuu muito legal! Sei que me mandou o blog faz tempo, mas só agora realmente li, agora que terminei meus afazeres hahahahha!!!!
    Sucesso!!!

    ResponderExcluir