Páginas

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Reações policiais - Vídeos

Ante à falta de assunto, resolvi pesquisar alguns vídeos contendo reações de policiais.

É interessante observar cada detalhe.
Não há um modo específico para reagir.

Vocês mesmo poderão perceber que as mais diversas situações poderão se apresentar.
Frieza, calma e técnica podem fazer toda a diferença.

 
Alguns vídeos:
 

Aproveitou a distração do assaltante e foi elemento surpresa.
Não vi excessos, efetuou apenas o disparo necessário para conter a ameaça iminente.

Assaltante ferido, sem presença de perigo, arma apontada para baixo, dedo fora do gatilho, enquanto espera socorro.
http://www.youtube.com/watch?v=bJuM02KL-kY

                                                    .....
O policial deu um tiro certeiro no assaltante, mesmo no meio de um monte de pessoas.

Alguns podem questionar esse fato, mas deu certo.
Talvez ele fosse preparado o bastante e sentiu-se seguro para reagir diante da situação.


                                                     .....

Assaltante entra em luta corporal com a vítima e dificulta o trabalho do policial.
Não querendo, claro, acertar a vítima, o policial demora um pouco a atirar.

É nesse momento, em milésimos de segundo, com a adrenalina a flor da pele, que devemos tomar uma decisão.


                                                     .....

Pelo que pude perceber, o assaltante chega, mostra a arma e diz alguma coisa.
Policial mantém extrema calma enquanto o assaltante espera, provavelmente, para pegar consumar o roubo.

Policial espera o momento certo, aproveita a distração do assaltante e saca a arma.


                                                     .....

Mas mesmo esperando o momento certo, a reação pode dar errada, por um motivo ou outro.
Neste caso, o policial parece se desequilibrar ou talvez a arma tenha falhado, não sei.

Chegou perto demais, talvez.
O fato é que perdeu o elemento surpresa e o assaltante conseguiu revidar.


                                                     .....

Esse foi um dos mais complicados que eu encontrei.
É o legítimo em que não sabemos o que poderia ser feito ou não.
Se ele não reage, pode ser descoberto e morto, já que um assaltante veio direto nele.

Ele escolheu reagir, mesmo diante das adversidades.
Entrou em luta corporal e, mesmo sendo aparentemente maior que o assaltante, não conseguiu dominá-lo.


                                                     .....

Um dos mais chocantes.
Lembro de ter visto na Academia de Polícia.

Policiais abordam um indivíduo em um relojoaria.
Eles não percebem que o outro homem, de camiseta clara, também é um assaltante.

Como a situação está tranqüila, os dois policiais concentram atenção no homem abordado.
O assaltante que está sozinho, apenas espera o melhor momento para sacar a arma e descarregar nos dois policiais.

E ainda consegue livrar a cara do parceiro.


                                                     .....

Analisem bem os vídeos e tirem suas próprias conclusões.
Fiz uma análise bem superficial de cada um e posso ter me equivocado em alguma colocação.

Fiquem a vontade para fazer as correções que entenderam necessárias.

9 comentários:

  1. Já havia assistido a todos os vídeos relacionados. Apesar de vermos mortes lamentáveis, podemos estudar bastante cada caso, e aí, não cometer os erros vistos. Mas claro que, quando é a nossa vez, tudo é muito diferente.

    Luiz, não queira usar sua pistola, sobretudo, fora do serviço; porque a dor de cabeça é tanta que você preferirá ter sido morto. rsrs Após o fato, aparecem tantas pessoas que nunca deram um tiro na vida julgando-nos. Em muitos casos, tenho a impressão que é contra a lei reagir, como se o art. 25 do CP não existisse. Perguntam-nos: "Por que não atirou na perna?". Até parece que dá tempo de pensar em alvejar um membro específico, só dá tempo de atirar no local com maior probabilidade de acerto para acabar logo; normalmente, dispara-se mais vezes que o pensado e até mesmo mais que o necessário, mas é o nosso instinto de sobrevivência. Plenamente justificável.

    Fico pensando nos cidadãos que têm à disposição somente pistolas .380 para sua defesa. Apesar de eu ser ateu, só rezando muito para o bandido cair no primeiro PAF com um 'stop power' tão fraco. Enquanto nós policiais temos um calibre que desenvolve 665 joules de energia, o coitado do cidadão tem apenas 300 joules (se for ponta oca gold). Esse é o brasil! Isso precisa mudar: todas as armas e calibres devem ser permitidos e de fácil acesso para quem quiser, urgentemente. Queria ver a ousadia dos bandidos com a população armada, rapidamente tomariam um rumo na vida e a violência diminuiria absurdamente.

    Por fim, se a intenção é sair vivo dessas situações, é preciso abolir alguns pensamentos que geram ações equivocadas, como: "atirar só para ferir", "tentar render sujeito armado, esperando-o virar-se ou apontar a arma para reagir", e claro, esquecer completamente as consequências da reação. Além de: treinar muito saque rápido com o porte dissimulado e roupas usadas no dia-a-dia (faço isso todo dia antes de sair de casa).

    Papa Charlie

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente tem alguns videos lamentaveis ai!!! Triste ver alguem trabalhando morrer!!! Complicado demais!!! A da saidinha do banco, o cara teve mta frieza!!!!
    Me desculpem a ausencia!! É que tenho andado tenso com a entrega dos exames médicos!! Hj inclusive sonhei com isso!! hehehehe...
    Grande abraço a todos e depois do dia 6 voltarei com tudo!!
    Grande abraço e rezem por mim...Inclusive os ateus, como Papa Charlie!!! Energia positiva é sempre bom!!!!

    ResponderExcluir
  3. Realmente dá pena ver alguém trabalhando ser morto de forma tão estúpida, mas para nós serve de aprendizado, acredito (e espero) que na Acadepol tenha aula(s) falando sobre o assunto (abordagem, reação etc), sobre como agir corretamente e o que não fazer.
    Sei que o dia a dia irá nos ensinar tudo isso, mas ter algum treinamento técnico ajuda bastante também.

    Luiz, acho que já respondeu isso mas não custa perguntar novamente (ficar procurando isso agora com o blog enorme do jeito que tá fica complicado, hehehe), quanto tempo durou seu curso de formação?
    Foi meio turno ou integral?
    E por último quanto tempo após formado você tomou possse?

    Papa Charlie, sobre o calibre da pistola há o lado ruim de usar uma .40, um amigo policial me explicou isso uma vez, se você estiver usando a pistola contra bandidos, a .40 é excelente devido ao stop power, agora se você estiver apartando uma briga de vizinhos por exemplo, ou parar um agressor desarmado, como por exemplo neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=Nsh5HjIooJc
    a .380 já contém o agressor sem levá-lo a óbito, esse aí vai se recuperar e voltar à sua vida normal, já se fosse uma .40, talvez ficasse aleijado para o resto da vida.

    Marcus, fica tranquilo que até agora pelo que sei, ninguém foi reprovado no Exame Médico, tiveram alguns faltosos que devem ter desistido pelo caminho, mas os médicos não estão lá para prejudicar ninguém, fique tranquilo.

    Abração
    Fábio D.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fábio, concordo com você, no entando, temos de pensar em soluções que vão além da pistola. A questão é que arma de fogo é uma arma letal, sobreviver seria apenas sorte (ou azar) do alvejado. Infelizmente, a maioria dos Policiais somente porta sua pistola, principalmente fora do serviço. Mas o recomendável é portar além de pistola, faca e bastão expansível tático para utilizar em diferentes necessidades. Como no exemplo que você deu - briga entre pessoas desarmadas -, a arma de fogo não é a melhor solução. Por exemplo, se for algum amigo ou parente bêbado, até mesmo o bastão não deve ser usado para bater, e sim, para imobilizar, sem machucar. Realmente nem sempre na violência há pessoas armados.

      Quando vamos usar uma arma de fogo, esperamos que o PAF pare o agressor imediatamente, se não parar, não serve, a arma não alcançou seu objetivo. Ninguém sai de casa querendo matar ou ferir gravemente o seu semelhante, mas se esse semelhante cria alguma situação que põe em risco a vida de outros, é preciso pará-lo imediatamente e se for o caso, matá-lo ou feri-lo gravemente, sim, pelo bem de outras pessoas e da nossa própria vida.

      Na situação do vídeo, eu jamais sacaria uma arma de fogo, eu usaria o bastão se o sujeito estivesse a alguma distância; se não, eu entraria em luta corporal, se apanhasse, sacaria a faca e desferiria cortes de advertência em seu braço, se ele não parasse de me agredir, aí, daria golpes em seu peito que poderiam ser fatais.

      Só vejo razoabilidade do emprego da arma de fogo contra desarmado quando estão em maior número e não existe a possibilidade de fuga (o Policial tem obrigação de agir, mesmo fora do serviço, mas se ele analisar a situação e não tiver meio de intervir eficazmente, ele pode fugir, sim) ou a de usar alguma arma improvisada (qualquer coisa que esteja proximo e possa ferir alguém). Nessa situação, eu usaria bastão e faca, uma arma em cada mão (tenho treinamento para isso). Um exemplo real de improviso: mesmo armado (duas pistolas, faca e bastão), eu usei uma cadeira dessas de escritório para desarmar um homem com uma faca que ameaçava ferir outro homem.

      Um adendo: em situação ideal (tendo as três armas), não se deve sacar arma de fogo a menos de sete metros do agressor, o mesmo para bastão, pois há a possibilidade do agressor tentar e conseguir pegar as armas das nosssas mãos. Bastão é para média distância, arma de fogo: média e longa e faca, curta e curtíssima distância. Eu porto e recomendo: faca Smith & Wesson HRT Special Ops Boot Knife e bastão ASP.

      Abraço e bom fim de semana!

      Papa Charlie

      Excluir
    2. Bons esclarecimentos Papa Charlie, vejo que tenho ainda muito o que aprender.
      Eu sou apaixonado por facas, portá-las não será problema para mim, agora o bastão realmente é novidade para mim, só usaria se tiver treinamento específico.

      Abraço
      Fábio D.

      Excluir
  4. Fico tão triste ao ver esses vídeos, em que os políciais acabam moreendo.Um absurdo.

    ResponderExcluir
  5. o 4º video é daqui de goiania, o policial é piloto de helicoptero da policia militar.

    Gritou "policia no chão" e o cara n deitou imediatamente. resultado - chumbo nele.

    ResponderExcluir
  6. Desculme a ignorância (sou, ainda, apenas um concureseiro aspirante à PMDF), mas que que a .40 faz por dentro que é tão letal?

    ResponderExcluir
  7. Tem outra reação muito boa no youtube... mostra que mulher armada é tao perigosa quanto um homem..rsrs

    http://www.youtube.com/watch?v=-W8XrW7ipnc

    ResponderExcluir